Fragmentos de últimas palavras do Salvador Allende

Fragmentos de últimas palavras do Salvador Allende para o povo do Chile durante o golpe de estado em 11 de setembro de 1973

Seguramente a rádio Magallanes será ser silenciado e minha voz acalma metal não chegue até você. Não importa. Eles vão ouvir isso. Eu sempre estarei com você. Pelo menos, minha memória vai ser um homem digno que foi leal à pátria.

Trabalhadores no meu país, Eu quero agradecer a lealdade sempre teve a confiança em um homem que foi apenas intérprete de grande anseio por justiça, que empenhou sua palavra de que ele iria respeitar a constituição e a lei e assim o fez. Neste momento final, o último em que eu endereço você… estou na maior parte uma mulher humilde de nossa terra, para o camponês que acreditaram em nós, para os trabalhadores que trabalharam mais, uma mãe que sabia que a nossa preocupação com as crianças. Estou escrevendo para profissionais da pátria, para o patriotas profissional, dar aqueles que há dias continuaram a trabalhar contra a sedição, hospedada por associações profissionais, os colégios de classe para defender também as vantagens que uma sociedade capitalista a um seleto poucos. Eu sou a juventude, aqueles que cantou, deu sua alegria e seu espírito de luta. Sou homem do Chile, o operário, ao camponês, ao intelectual, àqueles que são perseguidos…

O processo social não vai desaparecer só porque um líder desaparece. Ele pode ser atrasado, pode ser estendido, mas a sobremesa não pode ser interrompida. Eu quero dizer que eles têm fé, não para de história ou com a repressão ou com o crime, esta é uma fase, vai ser superar, este é um momento difícil e duro, é possível que esmagamos mas amanhã vai ser do povo, vai ser os trabalhadores, a humanidade empurra para a conquista de uma vida melhor.

Outros homens irão superar este momento cinzento e amargo onde traição destina-se a ser imposta. Fique você sabendo, que muito mais cedo do que mais tarde, novamente abrir grandes shoppings, onde passei o homem livre para construir uma sociedade melhor. Viva Chile! Viva o povo! Vivem os trabalhadores!

Baltasar Garzón Bárbara Figueroa Estela de Carlotto Gael García Gilberto Gil Giorgio Jackson Noam Chomsky Pablo Milanés Viviana Díaz Yoko Ono